7 Principais Benefícios ERVA DE SÃO JOÃO Saúde e Beleza

Conheça os Principais Benefícios da Erva de São João

Principais Benefícios ERVA DE SÃO JOÃO Saúde e Beleza

Erva-de-são-joão pode ser usado na forma de comprimidos para combater a depressão. Óleo de erva de São João (óleo vermelho) pode ajudar com os problemas da pele.

As pessoas costumavam dançar e comemorar o solstício de verão usando grinaldas trançadas com a erva-de-são-joão.

Então ela jogavam as grinaldas no fogo ou no telhado – que devia proteger contra as bruxas, demônios e a magia maligna.

A erva com flores douradas do dia de São João (24 de junho) foi escolhida para este momento por ser supostamente muito rica.

Erva-de-são-joão é conhecida como uma erva medicinal há mais de 2000 anos. Inicialmente os médicos tratavam feridas e lumbago, curava-se a gota e o reumatismo com a erva.

Mais tarde, os herbalistas da idade média usavam a erva para tratar as mudanças de humor e a ansiedade.

>> Recomendamos Para Você:

(VÍDEO) Erva de são João – Anti-inflamatória, Analgésica, para Dor de Cabeça, Limpeza de Pele e Infecção

 

> O que é a erva-de-são-joão e é onde se encontra a planta medicinal?

 

Erva-de-são-joão (Hypericum perforatum) pode ter até um metro de altura com as hastes ramificadas.

As folhas opostas são em sua forma oval a linear e suportam inúmeros pontos translúcidos (glândulas) na superfície.

As flores amarelo-ouro possuem impressionantes estames longos e também são intercaladas com glândulas claras ou escuras.

O fruto é uma cápsula ovoide, de hylotelephium.

Ao esfregar as flores entre os dedos, elas soltam um liquido avermelhado, dando a impressão de que os dedos estejam sangrando.

A erva-de-são-joão faz parte da família do hipericão (Clusiaceae) e floresce entre junho a setembro.

É encontrada na Europa e na Ásia Ocidental e cresce nas beiras das estradas, prados secos e florestas esparsas.

 

(VÍDEO) A Cura do Autismo por Planta Usada na Medicina Popular – Erva de São João

 

> Quais partes da planta e ingredientes são usados?

 

Todas as parte da planta, com exceção da raíz, podem ser utilizadas farmacologicamente.

Ela contém de 0,1 a 0,3 por cento de corantes vermelhos (Naphthodianthrone) e ingredientes como hipericina e pseudohypericin.

Além disso são encontradas grandes quantidades de flavonoides, também chamados Phloroglucinderivate, em um percentual de 0,2 a 4 por cento.

 

(VÍDEO) Erva De São João, é excelente Anti-inflamatório e Cicatrizante

 

> Quais são os ingredientes? O que faz a erva-de-são-joão?

 

A erva-de-são-joão melhora o humor e alivia a inquietação nervosa causadas pela ansiedade.

Os cientistas ainda não conseguem esclarecer quais ingredientes causam estes efeitos.

Provavelmente, substâncias como a hipericina desempenham um grande papel.

Assim, o mecanismo exato de ação ainda é desconhecido. Numerosos estudos têm se ocupado em demonstrar como a erva-de-são-joão pode aliviar os estados depressivos. Mais uma vez, surgiram resultados diferentes.

Não obstante, preparações com a erva-de-são-joão são conhecidas na medicina herbal por melhorarem a depressão moderada.

Nota: Quem quer tomar erva-de-são-joão precisa esclarecer esse assunto como o seu médico, pois apenas ele poderá considerar qual o composto químico mais adequado para o uso medicinal.

A erva-de-são-joão não surte efeito após o primeiro comprimido. São necessárias várias semanas de uso para que surjam alguns efeitos positivos.

Além disso, as preparações precisam ter uma dosagem suficientemente elevada.

Além dos efeitos sobre a psique, ainda outra área de atuação da erva é conhecida: a aplicação sobre a pele.

Óleo de erva-de-são-joão, também chamado de óleo vermelho, tem propriedades anti-inflamatórias que acalmam a pele seca e escamosa.

Estudos iniciais mostram que o óleo vermelho pode ajudar as pessoas com dermatite atópica devido a estes efeitos.

 

(VÍDEO) Chá de ERVA DE SÃO JOÃO (MENTRASTO)

 

> Notas importantes:

 

Erva-de-são-joão pode interagir com várias drogas, atenuando o efeito desses recursos.

Isto aplica-se nomeadamente aos medicamentos que ajudam no tratamento do HIV/AIDS e que afinam o sangue (por exemplo Femprocumona), drogas citotóxicas, medicamentos para o coração, doenças do aparelho circulatório e pílulas anticoncepcionais.

Converse como o farmacêutico sobre as possíveis interações e também consulte o seu médico.

Os peritos recomendam que as mulheres grávidas e lactantes não utilizem a erva-de-são-joão, como medida de precaução.

O ingrediente ativo hipericina provoca fotossensibilidade na pele, acasionando reações como queimaduras.

Se você tem a pele clara e propensa a queimaduras solares, não deve expor-se com frequência ao sol, enquanto estiver utilizando a erva-de-são-joão.

Dica: Consulte a dosagem e a forma de uso correta com um médico!

medico-emagecer-mulher-projeto-novo

>> >> RECOMENDAMOS PARA VOCÊ:

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *