Diverticulite: Principais Sintomas e Tratamentos

Tudo Sobre Diverticulite

DiverticulitePrincipaisSintomaseTratamentos mini

TUDO SOBRE DIVERTICULITE

A diverticulite ocorre quando divertículos (bolsas que geralmente aparecem no revestimento do intestino grosso) ficam infectada ou inflamada.

Embora divertículos sejam mais comuns no intestino grosso (cólon), eles podem desenvolver em qualquer parte do trato digestivo. Dor no lado esquerdo inferior de seu abdômen pode indicar diverticulite. A condição tem tratamento.

>> Recomendamos Para Você:

 Diverticulite: o que é, dá para evitar e como tratar – Assista ao vídeo abaixo:

CAUSAS

Ninguém sabe exatamente o que causa divertículos, mas comer uma dieta que é pobre em fibras é pensado para contribuir na formação. Uma dieta que é pobre em fibras pode causar problemas como prisão de ventre.

Isso requer mais pressão para passar suas fezes. Acredita-se que o aumento da pressão no interior do cólon leva ao desenvolvimento de divertículos. A diverticulite ocorre quando a matéria fecal fica presa nos divertículos e provoca uma infecção.

 

Fatores de risco para diverticulite incluem:

  • Não Comer bastante fibra. Em países como o Brasil, onde uma grande parte da população come alimentos processados, não recebendo bastante fibra, é um problema comum. Tomar suplementos de fibra ou comer mais legumes frescos e produtos de farelo pode ajudar.
  • Idade. Quase metade das pessoas com mais de 60 anos de idade irá desenvolver diverticulite, mas o risco começa a aumentar já em 40 anos. O porquê que a idade faz você suscetível a diverticulite não é conhecida, mas pode ter algo a ver com o enfraquecimento do intestino ao longo do tempo.

 

SINTOMAS

O sinal mais comum e grave da diverticulite é uma dor no lado inferior esquerdo do abdômen que pode aparecer de repente. Esta dor às vezes piora ao longo de alguns dias.

Outros sinais que você pode ter diverticulite, em probabilidade, são:

  • Sensibilidade abdominal, geralmente no canto inferior esquerdo
  • Náusea
  • Vômitos
  • Prisão de ventre
  • Febre
  • Gás ou inchaço
  • Diarreia
  • Perda de apetite
  • Sangramento retal.

 

DIAGNÓSTICO

O seu médico irá iniciar o seu diagnóstico, conversando com você sobre os sintomas que você está enfrentando e seu histórico médico. Seu médico também irá realizar um exame físico, verificando se há alguma dor no abdômen.

Um exame de sangue também pode ser encomendado para saber se a sua contagem de células brancas no sangue é maior do que o normal, o que indicaria uma infecção.

Seu médico também pode pedir uma tomografia computadorizada (TC) (que usa imagens de raios-X guiada por computador) para saber se você esta com divertículos que estão infectados.

TRATAMENTO

Dependendo da gravidade do seu caso, o seu médico pode permitir que você se tratasse em casa ou recomendar que você fique em um hospital durante o tratamento.

  • Tratamento em casa pode incluir:

– repouso
– uma dieta líquida para permitir que seu divertículo cure
– prescrição de antibióticos
– analgésicos como o paracetamol

  • Tratamento no Hospital

O seu médico pode pensar que é melhor para você ser tratado no hospital, se você desenvolveu qualquer complicação, como um bloqueio no intestino ou um abscesso (um saco cheio de pus).

Enquanto no hospital, você vai ser tratado com intravenosa (IV) antibiótico. Se você tem um abscesso, que terá de ser drenado com uma agulha.

 

> Cirurgia

Se você tiver diverticulite frequentemente ou se suas infecções não parecem responder aos antibióticos, o seu médico pode decidir por uma cirurgia para remover a parte do seu intestino, onde os divertículos são infectados.

 

RECUPERAÇÃO

A maioria dos tratamentos da diverticulite funciona bem, mas uma vez que se formam divertículos eles vão estar lá para o resto de sua vida. Isso significa que você pode desenvolver diverticulite novamente a qualquer momento.

Mudanças em alguns hábitos podem ajudar a evitar a diverticulite no futuro. Beber muita água é importante para ter certeza que você não fique constipado, como adicionar mais fibras à sua dieta.

Adicionar mais fibras à sua dieta lentamente e comer mais frutas frescas e vegetais, tais como: peras, framboesas, batata-doce com a pele, feijão preto, etc.

Ir ao banheiro quando você sentir vontade também é importante para evitar a prisão de ventre. Esperar muito tempo antes de ir ao banheiro pode aumentar a pressão em suas entranhas.

 

>> >> RECOMENDAMOS PARA VOCÊ:

banner-perfume-loja

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *