Prisão de Ventre: Alimentos, Sintomas e Tratamentos

Tudo Sobre Prisão de Ventre

Dieta Para Cabelo Crescer

Entenda a Prisão de Ventre

O termo prisão de ventre e intestino preso são formas populares da constipação intestinal, distúrbio da dificuldade persistente na evacuação, que é comum. E não há padrão para classificação da freqüência normal do funcionamento do intestino, variando de 3 a 12 vezes semanalmente.

O quadro típico da constipação é considerado, somente com duas ou menos evacuações na semana, ou com esforço grande e pouco eficiente na evacuação.

Há queixas de algumas pessoas, em relação ao não funcionamento do intestino de forma regular em lugares estranhos, ou com mudança pela rotina, como em viagens.

Mas essa mudança costuma sumir com a retomada das atividades de costume. A constipação é transtorno mais comum em mulheres, em especial durante gestação, em idosos e crianças.

As causas mais comuns do problema são dieta pobre em fibras, ingestão escassa dos líquidos, sedentarismo, exagero no consumo da proteína animal e de itens industrializados.

Quando a urgência para evacuação não é atendida, pode haver comprometimento do funcionamento regular do intestino. E a prisão de ventre pode estar ligada às doenças do cólon e do reto, como hemorróidas, fissuras anais, e câncer colorretal.

>> Recomendamos Para Você:

Como acabar com a prisão de ventre – Assista ao vídeo abaixo:

Sintomas De Prisão De Ventre

Pode ser causada por uso de alguns medicamentos e por mudanças neurológicas e do metabolismo. A depressão, ansiedade e estresse são capazes de influenciar o hábito intestinal.

E a complicação mais comum é fecaloma, a massa compacta das fezes endurecidas, no reto ou no cólon-sigmoide, interrompendo o trânsito intestinal.

A tendência é que essa massa surja mais em pessoas com dificuldade para locomover-se, como em idosos acamados.

E os sintomas da prisão de ventre podem variar, e é exemplo a quantidade diminuída das evacuações, a dificuldade para livrar-se das fezes ressecadas, duras e pouco volumosas.

Ainda é sintoma a sensação de esvaziamento incompleto do intestino, distensão e inchaço abdominal, desconforto, gases e distúrbios digestivos, mal-estar.

O diagnóstico é realizado com histórico do paciente e exame clínico minucioso. E exames de laboratório e imagem são importantes para chegar às causas, com diagnóstico e condução ao tratamento.

E a prisão de ventre é somente sintoma, não uma doença, logo a função do tratamento é correção das causas do distúrbio. A maior parte dos pacientes sente benefícios com alterações pela dieta e estilo de vida.

Tratamentos Para Prisão De Ventre

De forma básica é importante o consumo de mais fibras, como cereais integrais, legumes, frutas, e verduras, de itens com propriedades laxativas como ameixa e mamão, e suplementos com fibra.

É recomendado também ingestão de muito líquido, em torno de 2 litros diariamente. Há muitas opções, como sucos, chás, vitaminas, e a própria água. É importante também a prática dos exercícios físicos para bom funcionamento do intestino e para qualidade de vida.

E em algumas situações, é necessária prescrição do uso de supositórios e de enemas, que são lavagens intestinais, para eliminação facilitada das fezes.

E os laxativos, pelos possíveis efeitos adversos, devem ser com orientação de critério pelo médico. Já em casos muitos especiais e raros, a cirurgia é necessária para retirar o fecaloma que está endurecido.

 

Alimentos Contra Prisão De Ventre

  • Framboesas
  • Amoras
  • Morangos
  • Pipoca
  • Tâmaras
  • Figos
  • Ameixas
  • Damascos
  • Passas
  • Brócolis
  • Ameixas
  • Peras
  • Maçãs
  • Castanha
  • Amendoim
  • Nozes
  • Batata cozida
  • Cereais matinais ricos em fibras
  • Grãos integrais para ajudar a manter a constipação distância.

Alimentos Obstipantes

 

>> >> RECOMENDAMOS PARA VOCÊ:

banner-perfume-loja

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *